badge

A Pitoquinha

gosto tanto de ti que nem sei

16.12.06

O Natal

Para mim o Natal é uma época muita especial, vivo o ano inteiro a espera do Natal.
Gosto de fazer a árvore, gosto de comprar os presentes, gosto de preparar a mesa, a comida, gosto dos preparativos e do convivio.
A familia, que sempre foi muito grande, sempre passou o Natal junta. Com os casamentos e nascimentos, o nosso núcleo cresceu e complicou-se.
A imagem que tenho do nosso Natal é a de ir para a cama depois do jantar, no dia 24, não haver sequer vestígios de presentes, porque o Pai Natal só chegava quando estamos todos a dormir. Lembro-me de tentar ficar acordada à espera, e o maroto nunca apareceu. No dia 25 quando acordávamos já haviam pilhas e pilhas de presentes. Essa imagem para mim vale por tudo de bom e mau que a época trás.
A familia juntava-se toda em casa dos meus avós para o almoço de Natal, não faltava ninguém. Trocavam-se presentes e alegrias.
O tempo passou e com ele o Pai Natal também.
Os presentes estão o mês inteiro na árvore, tenta-se adivinhar o que é, e às 10h já tudo comeu e não há mais nada para fazer portanto abrem-se os presentes.
Lembro-me sempre da minha infância na altura de os abrir. Vem-me a imagem da manhã de Natal, da algria que era receber aquilo que se esperava, e lembro-me do nosso almoço: coelho e peixe frito. Sim, sim, eu tenho uma familia muito, muito, muito, especial. Depois de almoço lá ía tudo em excursão ao café do Pontes, eu e as minhas primas com as bonecas novas.
Há um Natal que tenho gravado e por isso faço questão que a Pitoca receba mesmo o que gostaria, até porque não foi muito exigente. Havia uma loja por baixo da casa da minha avó e eu andei a namorar uma boneca durante um bom par de meses, era uma caixa de música, com quarda jóias, tinha uma dama-antiga sentada num cadeirão, eu passava na loja e tinha sempre que ir ver a boneca e ouvir a música e vê-la a andar às voltas no cadeirão. Passei horas em frente da boneca, até que um dia a boneca foi vendida. A D. Graça disse-me que haviam outras iguais, mas eu queria aquela de vestido de veludo azul e cabelo castanho, não queira outra. Fiquei destroçada. Imaginem só a alegria no dia de Natal quando a recebi.
Por isso a minha familia é tão especial.
Outra lembrança que tenho é a árvore dos meus tios, tinha sempre chocolates pendurados que eram distribuídos por todos na noite de 24, e a S. e a S. (as duas manas primas) levavam o mês a assaltar os chocolates, um belo ano, a prima S. (senisga) teve uma ideia fantástica: abrir os sinos e os pais natal por baixo, comer o chocolate e voltar a fechar, ninguém iria dar por nada, e teve razão, imagina-se a cara dos pais quando foram dar os chocolates... mas a originalidade valeu-lhes o perdão.
Claro que com os casamentos os dias de Natal também acabaram por crescer, ou seja, temos a tal noite de Natal, que para algumas familias será o mais importante e o tradicional, a mim não me diz nada, e o almoço de dia 25, que é indiscutivelmente passado com a Nossa Familia, e por isso temos que nos organizar para que as familias se encontrem em algum dos dias.
Tantos dias de festa estragam esta magia.
Este ano, mais uma vez, o Pai Natal vai lá a casa, vai levar o que a Pitoca e o Primo D. pediram, espero que estas pequenas surpresas lhes fiquem gravadas na memória, se transformem em boas recordações, como as minhas.

Feliz Natal a todos.

4 Comments:

At 3:19 da tarde, Blogger Lisa_pt said...

Gostei mt de ler o teu Natal, até pq ñ difere assim tanto das recordações q tenho... os presentes tb só eram abertos na manhã do dia 25 e o jantar fazia-se na casa de uma das avós e às vezes até o íamos fazer ao Algarve, com outra parte da família.
Como bem dizes a família cresce e temos de alguma forma de nos repartir... desde q casei q ficou estipulado que íamos alternar a consoada e o dia de Natal entre a minha família e a família do meu marido e é assim q temos feito, mas este ano está tudo meio por decidir, pq o meu filhote tb parece q anda indeciso e ñ sabe se há-de nascer antes ou dp destes dias...

Bjokas

 
At 6:00 da tarde, Anonymous maria said...

o Natal marca-nos sempre tanto..
bjnho

 
At 9:39 da manhã, Blogger Fátima e Pituquinha said...

Olá

É a primeira vez que visito o vosso cantinho, ainda não tive tempo de ler tudo, mas adorei o post sobre o natal.

Eu não tenho uma Pitoquinha, mas sim uma Pituquinha.

Beijinhos

 
At 5:05 da tarde, Anonymous carla m. said...

Espero que para a tua boneca o Natal tenha a magia dos da tua infancia.
Um feliz Natal para voces,
beijinhos

 

Enviar um comentário

<< Home

Estou no Blog.com.pt