badge

A Pitoquinha

gosto tanto de ti que nem sei

12.9.06

A Minha Escola



As compras

Fomos comprar a mochila para a escola nova.
"É esta mesmo"
E nunca mais a largou.



A pitoca já está na "escola" desde setembro de 2004.
Ainda me lembro do 1º dia na esloca velha (que por acaso é uma escola nova em folha).
Chegou bem disposta, entrou cheia de vontade, agarrou-se aos brinquedos e disse adeus.
Eu fiquei de lágrima no olho cheia de medo que ela fosse chorar depois de me ir embora e eu não estava lá para lhe dar miminhos, não chorou. OK, pensei eu, hoje era novidade e amanhã quando vir o portão vai desatar aos berros e não quer ir.
2º dia: nada, nem choro, nem medo, nem birra, nem abraço mais prolongado, nada de nada, empurrou-me e disse adeus.
Até a Directora ficou espantada, em tantos anos de ensino raras foram as vezes que lhe passou pelas mãos uma criança assim. A pitoca nunca chorou nem naqueles dias nem em todos os outros que lhe seguiram, bem, houve um ou outro que por ter ficado com a mãe mais tempo ou com uma das avós ía para a escola e lá se agarrava a mim a pedir para ir para casa da avó. Nunca foi complicada a ida para a escola.



A Minha Escola.

A ida para a escola nova.
Estava muito entusiasmada, e desde que se foi inscrever que andava com vontade de começar.
Na semana anterior ficou de "ferias" em casa.
Um dia diz-me assim:
- Afinal eu já não quero ir para a escola nova porque eu vou ter saudades dos meus colegas e do meu namorado.
- Não te preocupes, vais arranjar lá novos colegas e outro namorado.
- Mas eu não quero outro quero o Miguel.
- Mas o Miguel pode continuar a ser teu namorado.
- Eu nunca mais o vou ver...
- Vais sim, olha, o Miguel mora aqui ao lado.
- Mora?
- Sim, ali mais em cima (abri a janela para ela espreitar), vamos por aquele caminho que uma vez nos enganámos a ir para o parque e ele mora nessa casa, mesmo aqui ao pé de nós.
- Ah, então está bem.

1º dia
Preparou-se toda, com mochila nova, penteou-se toda linda, vestiu um vestido (porque agora recusa-se a vestir outra coisa que não sejam vestidos) e lá foi ela toda estusiasmada e cheia de vontade.
A escola, escusado será dizer, é grande, tem muitas crianças, muitos pais, muitas empregadas, muitas professoras, muito movimento, muito barulho, muito riso, muita correria, em suma, muita alegria, como convém.
E claro está que ela, que não é nada dada a grandes alaridos, ficou um bocadinho apreensiva.
Agarrou-se ao papis, a educadora veio dizer olá, ela não abriu a boca, começámos a dizer que haviam mais 2 J. como ela, e a lágrima queria mesmo saltar. Aguentou-se ali estoicamente.
Entrou com a educadora, de mão dada, e parece que durante muito tempo não a largou. Chorou um bocadinho depois de nos termos vindo embora.
2º dia: choro, muito choro.
Foi muito mau. Chorou muito, abraçou-me muito, "fica cá comigo", estas fitas partem-me o coração mesmo quando é com outras crianças, então com a minha... foi para o colo da educadora, mas quando eu me vinha embora com a promessa de que lhe ía dizer adeus pela janela disse-me "deixa-me abraçar-te mais uma vez mamã".
Disse adeus na janela e fui embora. Não chorei mas fiquei muito perturbada.
Quando a fui buscar "porque é que vieste cedo? eu estava a brincar e queria ir tarde para casa".
Vá-se lá compreender isto.
O resto da semana foi bem.
Já houve incidentes:
- a Bea mordeu-lhe o dedo e ela deu-lhe umas palmadas na mão "isso não se faz, és feia"
- já mostrou o seu lado negro: "ela é muito refilona, é mesmo rapariga" (e eu o que hei-de responder?)

Conversas:
- eu hoje no meu parque da escola quando tu não vinhas, chorei.
- porquê?
- aquela menina que tinha um vestido cor-de-rosa, que é a cor preferida dela, tinha uma caixa com princesas barbies e vestidos e brinquedos de barbie, eu queria ver e ela disse que não.
- oh, não te deixou brincar com ela? deixa lá, amanhã levas a tua barbie e pedes para brincar com ela.- mas eu não tenho uma barbie princesa e nem uma caixa, tens que me comprar.
- está bem, um dia destes eu trato disso, mas amanhã levas o que tens.

.....

- sabes ue na minha escola também há um Miguel?
- que bom, e é bonito?
- é.
- e vai ser o teu namorado?
- ó mãe (tipo: tás-te a passar?) claro que não, eu já tenho um namorado e vou casar com ele.
(Vamos ver).

.....

- Mãe, mãe, anda ver o que está no meu parque, olha, é o Batatola, é um palhaço, mas não tenhas medo, tu quando eras pequenina tinhas medo dos palhaços, mas só que este é amigo, anda lá ver.
- queres ir dizer adeus ao Batatola?
- sim, anda lá. (mas vai ao colo e eu é que tenho medo...)
- vai lá J. e dá um passou-bem.
- dá tu mãe dá tu.

E têm sido muito interessantes os dias.
Ontem começou mesmo a escola.
Já se leva bibe, já se fazem trabalhos, já se acabou o parque o dia todo.


4 Comments:

At 4:02 da tarde, Blogger Sorrisos da minha Alma said...

Esta grande ela, uma menina mesmo!
Beijocas

 
At 9:59 da tarde, Blogger Xixas said...

:)

Não dá para desenhar com dois pontos e um parentesis um sorriso grande com beicinho...

jinhos.

 
At 7:29 da tarde, Anonymous carla m. said...

"Deixa me abraçar te mais uma vez mamã..." deves ter ficado com o coração tão apertadinho!!!
Beijos grandes

 
At 4:44 da tarde, Blogger maria said...

~eles crescem...
bjhno

 

Enviar um comentário

<< Home

Estou no Blog.com.pt